Planta de interior: 12 opções para enfeitar a sua casa

Nem todas as casas têm uma sala que recebe muita luz solar em algum momento do dia. No entanto, apesar das condições nem sempre serem adequadas, é sempre possível cultivar lindas plantas de interior em vasos dentro de casa. Opte por aquelas que prosperam bem no escuro caso sua sala seja pouco ensolarada.

As plantas exigem cuidados diferentes. Algumas podem passar mais de uma semana sem receber água, enquanto outras precisam ter o solo sempre úmido. Há ainda aquelas que nem mesmo precisam de solo, podendo ser cultivadas na água. Separei algumas opções para você se encantar e escolher as melhores para sua casa, de acordo com sua disponibilidade para cuidar delas. Confira!

1. Agraonema

Aglaonema Planta de Interior

A Aglaonema ssp é uma planta perene. Assim, ela vai embelezar sua sala, escritório ou quarto por muito tempo. Suas folhas são ovais e pontiagudas com cores verdes e manchas em tons diversos. Essa planta prefere ar quente e úmido e solo com mistura de húmus e areia.

Fertilizante líquido pode ser aplicado uma vez ao mês, sendo uma opção para manter a planta sempre bela. No verão ela deve ser regada pelo menos uma vez na semana, também é bom borrifar água em sua folhagem. No inverno, no entanto, espere o substrato secar totalmente antes de regar novamente. Não a deixe sob sol forte para não queimar as folhas.

2. Palmeira Rafia

Palmeira Rafia Planta de Interior

Existem muitos tipos de palmeiras que podem não apenas crescer bem em uma sala, mas também em condições diferentes de seu habitat natural. A Raphis excelsa (ou Raphia) é estável e não precisa de nenhum cuidado especial para se desenvolver. Além disso, por causa de sua capacidade de crescer no escuro, as pragas não são uma ameaça real para essa bela planta.

3. Lírio da paz

Lírio da paz planta de interior

O Spathiphyllum wallisii pode inibir os gases exalados, como amônia e acetona, e também pode filtrar benzeno, tricloroetileno e formaldeído no ar. Interessante, não? Um jeito lindo de purificar o ar que sua família respira. Além do mais, ele também não exige grandes cuidados. É uma planta que se desenvolve muito bem dentro de casa bastando, para tanto,  um pouco de luz e ventilação.

O fertilizante líquido pode ser aplicado uma vez a cada 1-2 semanas quando o lírio não estiver com flores. Também é importante borrifar água nas folhas durante o verão e reduzir as regas no inverno. Dica: espere as folhas começarem a desfalecer para regar, evitando, assim,  a rega excessiva.

4. Sansevieria

Essa planta também é conhecida como Espada de São Jorge. Existem variedades com diferentes alturas e cores das folhas. No entanto, sempre em tons de branco, verde e amarelo. A Sansevieria cresce muito bem em salas escuras. Muitos acreditam que ela é capaz de espantar a inveja e o olho gordo. Antes de cada rega, certifique-se de que o solo esteja completamente seco.

5. Pau d’água

Dracaena fragrans, popularmente conhecida como Pau D’água é uma planta muito decorativa. O Tom de sua folhagem varia do verde ao amarelo, e branco em algumas espécies.

Elas se desenvolvem bem mesmo com pouca luz e também não exigem muitos cuidados. Apenas a regue quando o solo secar e fertilize suas folhas mensalmente.

6. Palmeira Areca

As palmeiras arecas são belíssimas e também exigem poucos cuidados. Ela ficam lindas em vasos dentro de casa e em jardins externos. Assim como a Rafia, elas ficam bem mesmo com pouca luz. No entanto, se desenvolvem mais em ambientes com mais claridade.

7. Alocasia

Alocasia Cucullata é uma espécie de filodendro com belas folhas verdes em formato de coração. Ela sobrevive bem em ambientes internos desde que tenha bastante luz e boa circulação de ar.

A alocasia é tóxica e deve ser mantida fora do alcance de crianças e animais domésticos. Regue regularmente com cuidado para não encharcar a raiz e fertilize uma vez ao mês para manter suas folhas sempre bonitas.

8. Jibóia

Sua maior vantagem é que pode sobreviver na sombra. Purifica o ar de forma eficiente a partir de formaldeído e benzeno . É uma planta venenosa e, portanto é importante mantê-la longe de crianças e animais de estimação.

9. Zamioculca

Zamioculca é uma planta da família Philodendron. Essa planta vai muito bem em lugares onde não há luz solar direta. Assim, ela florescerá, mesmo se o quarto estiver mal iluminado. Esta planta não precisa de muita luz e não gosta de sol direto em suas folhas. É suficiente regá-la duas vezes por mês e não se preocupe se o solo ficar seco. Seus talos grossos armazenam água suficiente para suas necessidades.

10. Preomele

Pleomele

Seu nome científico é Dracaena reflexa. Uma planta de folhas compridas em tons de verde e amarelo que conferem muita vida ao ambiente.

As pleomeles resistem bem à baixa luminosidade. Elas gostam de calor e solo fértil e com boa drenagem . As regas podem ser feitas semanalmente no inverno e com mais frequência no verão, mantendo, assim, o solo úmido, mas nunca encharcado.

11. Diafenbachia

Popularmente conhecida como Comigo-ninguém-pode, essa planta tem a fama de espantar o mal olhado. Portanto, ela é muito encontrada em interior de estabelecimentos comerciais.

É uma planta muito fácil de cuidar e super resistente. Assim, demanda poucos ciudados e é ideal para quem tem pouco tempo ou pouca experiência com plantas.

12. Cheflera

Schefflera arboricola Purifica o ar dos compostos de formaldeído, tolueno e benzeno.

Ter plantas no interior de nossas casas é sempre bom para purificar o ar e também dar mais vida ao ambiente. Assim, procure encontrar as que mais combinam com sua decoração e seu estilo e aproveite toda a beleza que elas proporcionam.

Gostou das opções? Qual delas mais agrada você? Comente abaixo e aproveite para nos contar se você tem alguma planta de interior que não está nesta lista. Até breve!

Redatora Freelancer | SEO. Escrevendo principalmente e com muito amor sobre Gestão de pessoas e Marketing digital. Interessada, também, por outros assuntos como literatura, sustentabilidade, plantas artesanato e vida saudável. Apaixonada pela vida!