No nosso dia a dia somos bombardeados o tempo inteiro com a ideia de perfeição. Ao ligar a TV ou ler uma revista, nos deparamos a celebração ao perfeccionismo nos dando a impressão de que devemos ter corpos perfeitos, casas perfeitas, vidas perfeitas!

Diante dessa realidade, sentimos-nos constrangidos a fazer tudo com perfeição, e se não somos especialistas em algo, não nos arriscamos nem mesmo a tentar. Há um medo do fracasso que nos impede de descobrirmos nosso potencial e alcançarmos nosso sucesso.

Não é que vamos sair por aí querendo operar um cérebro sem termos no mínimo nos formado em medicina. A especialização é importante e absolutamente necessária em muitas profissões, mas existe um mundo de coisas que você pode fazer enquanto aprende, e o fracasso não é o fim do mundo, não é vergonhoso e nem errado. É só mais um degrau para o sucesso.

Um professor que admiro muito, me disse que quer nos transformar em excelentes profissionais e para isso nos ensina todos os seus métodos, segredos que outros professores não revelariam, passo a passo, nos fazendo praticar ao máximo, mas por mais que aprendamos em sala de aula, a excelência virá com a prática da profissão, que alguns nem mesmo seguirão. Não há curso ou diploma que nos transformará em especialistas se não treinarmos nossas habilidades e não buscarmos experiência através da prática.

Aprenderemos fazendo, erraremos vez ou outra sem dúvida. O diferencial está em como nos comportamos após o erro. Desistimos, lamentamos eternamente ou trabalhamos com todo empenho e dedicação para remediar o erro e não cometê-lo novamente?

Quem observa o vento não plantará; e quem olha para as nuvens não colherá.

Eclesiastes 11: 4

Faça enquanto aprende!

Ouvi de um professor de inglês que a melhor forma de aprender outros idiomas é fazendo como as crianças aprendem a falar pela primeira vez. Elas falam errado, se não entendemos repetem, mostram, encenam, e assim vão se comunicando enquanto apredem a pronunciar corretamente as palavras. Elas não tem vergonha de errar. Por isso aprendem qualquer coisa!

Esse medo de ser criticado e sensurado pelos erros, é um carga pesada que a sociedade nos impõe quando adultos. Temos que perdê-lo se quisermos alcançar nossos objetivos.

Isso significa não ter medo e nem vergonha de errar. Se jogue e dê o seu melhor naquilo que você deseja. Faculdades nos dão conhecimento e um diploma. Aprendizado é na prática e quanto mais cedo começarmos, melhor!

Não aprendeu a nadar e a andar de bicicleta quando criança? Que tal perder o medo dos tombos ou do “mico” de precisar de um salva- vidas e começar agora? Você só aprende praticando! Você aprende enquanto faz. Faça!

Seu medo, se não for controlado, pode impedi-lo de viver a vida que você deseja. Não o dê esse poder! Compartilhar meus textos foi fundamental para saber se realmente sou capaz de escrever. O que me faz aperfeiçoar o meu trabalho é exatamente as críticas que recebo quando erro. Ou seja, cada falha e cada crítica me faz chegar mais perto do sucesso que desejo alcançar.

Ainda tenho muitos medos para vencer. Mas um lição já aprendi. Não tenho mais medo de errar. Não tenho medo nem vergonha de mudar ou voltar se por acaso eu pegar o caminho errado. Continuarei fazendo enquanto aprendo!

Estudante de Recursos Humanos. Atualmente trabalhando como redatora freelancer nas empresas Rock Content e Great Content. Tenho grande interesse por assuntos como gestão de pessoas, sustentabilidade, meio ambiente, marketing digital e vida saudável.