Amanhã não se sabe

Como as folhas, com o vento

Até onde vai dar o firmamento

Toda hora enquanto é tempo

Vivo aqui este momento
Hoje aqui, amanhã não se sabe
Vivo agora antes que o dia acabe
Este instante, nunca é tarde
Mal começou eu já estou com saudade
Me abraça, me aceita
Me aceita assim meu amor
Me abraça, me beija
Me aceita assim como eu sou
E deixa ser o que for
Como as ondas, com a maré
Até onde não vai dar mais pé
Este instante tal qual é
Vivo aqui e seja o que Deus quiser
Hoje aqui não importa pra onde vamos
Vivo agora não tenho outros planos
É tão fácil viver sonhando
Enquanto isso a vida vai passando
Me abraça, me aceita
Me aceita assim meu amor
Me abraça, me beija
Me aceita assim como eu sou
E deixa ser o que for


Sérgio Britto

Estudante de Recursos Humanos. Atualmente trabalhando como redatora freelancer nas empresas Rock Content e Great Content. Tenho grande interesse por assuntos como gestão de pessoas, sustentabilidade, meio ambiente, marketing digital e vida saudável.

Um comentário sobre “Amanhã não se sabe”